Temer exonera “Bessias” e outros 13 ex-assessores de Dilma

Assessor ficou famoso após ser citado em conversa entre Dilma e Lula, grampeada pela Lava Jato

O Palácio do Planalto anunciou, nesta sexta-feira (9/9), a exoneração de 14 assessores do gabinete pessoal da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Entre os exonerados está o fotógrafo Roberto Stuckert Filho e Jorge Rodrigo Araújo Messias, conhecido como Bessias.

Este último ficou conhecido no País todo em março deste ano após ser citado em áudio, divulgado pelo juiz Sérgio Moro, entre Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No diálogo, “Bessias” é designado pela petista a entregar um “termo de posse” de ministro ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma tentativa de frustras a prisão do petista, à época.

Além de Bessias e Stuckert, segundo informações do portal UOL, também foram exonerados o jornalista Mario Marona, que redigia discursos e artigos; Paula Zagotta de Oliveira, que era responsável pelo Blog do Planalto; e Sandra Márcia Chagas Brandão, apelidada de “Google do Planalto”, que era responsável por fornecer rapidamente dados governamentais para Dilma durante debates.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.