Temer diz que governo está aberto para negociar Reforma da Previdência

Presidente defendeu, entretanto, que a proposta ideal é a enviada ao Congresso Nacional pelo Executivo

Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, presidente Michel Temer e presidente da CNI, Robson Braga de Andrade em reunião na sede da confederação | Foto: Beto Barata / PR

Em uma palestra para executivos de cerca de 100 empresas reunidos na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira (17/3), o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou que o governo está aberto para negociar mudanças na Reforma da Previdência.

“Nós achamos que a proposta ideal, a necessária para colocar o país nos trilhos de uma vez, é aquela que o Executivo mandou. Se houver necessidade de conversações, nós não estamos negando qualquer espécie de conversação. O que não podemos é quebrar a espinha dorsal da Previdência”, ressaltou o presidente.

Temer acrescentou, ainda, que acredita que haverá propostas de modificação em pontos do projeto, mas que há um déficit de R$ 149 bilhões na Previdência Social. Segundo ele, a oposição que vem sendo feita à reforma não apresenta argumentos sólidos. “Eu vejo com frequência que há movimentos de protesto que são de natureza política, não movimentos de natureza técnica”, disse.

O presidente também destacou a importância da relação com o Congresso, que discute a reforma em uma comissão especial. De acordo com Temer, sem uma interação do Executivo com Legislativo, não é possível governar. (Com informações da Agência Brasil)

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.