Temer anuncia reajuste de até 13% no Bolsa Família

Presidente-interino oficializa nesta quarta-feira promessa feita pela presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Aumento médio é de 9% e passa a valer em julho

Temer vinha sendo criticado por Dilma por não ter feito reajustes no programa social | Foto Lula Marques/Agência PT

Temer vinha sendo criticado por Dilma por não ter feito reajustes no programa social | Foto Lula Marques/Agência PT

O presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) vai anunciar um aumento de até 13% no Bolsa Família nesta quarta-feira (29/6), durante . O valor médio é de 9% e passa a valer a partir de julho. Só foi possível confirmar o novo valor depois que o governo conseguiu a aprovação da revisão da meta fiscal.

Atualmente afastada do cargo, a presidente Dilma Rousseff (PT) havia prometido o aumento com um decreto anunciado no Dia do Trabalho, mas não pode efetivar o reajuste porque, na época, ele ultrapassaria os limites do Orçamento da União. Antes da nova meta, a orientação era de que o governo fechasse as contas com superávit de R$ 24 bilhões.

Temer havia sido criticado por Dilma por sua atuação na gestão dos programas sociais. Anteriormente, o presidente interino havia afirmado que não efetivaria o aumento até que tivesse um panorama dos cortes promovidos pela petista. Para ela, a recusa em fazer o reajuste era “mesquinharia”.

O anúncio deve ser oficializado à 11h30 da manhã, durante anúncio da liberação de R$ 700 milhões em recursos para a educação básica e superior.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.