Teatro Goiânia recebe a suavidade de Adriana Calcanhotto na próxima sexta-feira

Cantora e compositora porto-alegrense traz à capital show da turnê “Olhos de Onda”

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A voz delicada de Adriana Calcanhotto irá embriagar o palco do Teatro Goiânia na próxima sexta-feira (13/6), a partir das 20h. A cantora traz à capital goiana a turnê “Olhos de Onda”, na qual faz uma retrospectiva de sua trajetória musical relembrando sucessos como Esquadros, Vambora e Inverno. Tua, que deu nome a álbum lançado em 2009 por Maria Bethânia (e que rendeu a Adriana o Grammy Latino de 2010), e Olhos de onda, canção inédita de Adriana, também estão garantidas.

Amantes da boa MPB devem correr para garantir o ingresso, já que segundo apurado pela reportagem na manhã desta segunda-feira (9/6), o primeiro lote já se esgotou. São disponibilizadas 700 entradas, das quais 200 foram vendidas a R$ 80. Os segundo e terceiros lotes custam R$ 100 e R$ 150, respectivamente. Os ingressos estão à venda no Poema Gourmet do Marista e na bilheteria do Teatro Goiânia. O show é uma promoção da equipe Vacas magras.

Adriana Calcanhotto, ou Adriana Parptimpim, como é conhecida no meio infantil, para o qual começou a produzir a partir de 2004, lançou seu primeiro álbum em 1990, com composições próprias e regravações de clássicos da música popular brasileira, como Caminhoneiro de Roberto e Erasmo Carlos, Disseram que Voltei Americanizada, gravada por Carmem Miranda, E Sonífera Ilha, do Titãs.

Quem não conhece e cantarola despercebido, às vezes, Devolva-me? A canção foi trilha sonora da novela global Laços de Família como tema do personagem Capitu, protagonizado pela atriz Giovana Antonelli.

Adriana Calcanhotto também começou a se aventurar na arte literária, talento que veio a partir de 2008 com a publicação do livro Saga Lusa, quando relata viagem a Portugal para o disco Maré, trilogia composta pela temática mar. Os trabalhos desse álbum começaram em 2006, sendo que nele estão as canções Mulher Sem Razão, Três e Um Dia Desses, que também foram trilha sonora de novelas.

A suavidade da voz de Adriana Calcanhotto lhe permite perpassar do romântico ao samba, o que rendeu um álbum todo dedicado a este gênero, o”Micróbio Vivo”, com composições próprias das quais duas (Beijo sem e Vai saber?) já haviam sido gravadas por Teresa Cristina e Marisa Monte anos antes.

Relembre alguns dos sucessos da cantora que podem estar no show de quarta-feira:

 

*Atualizada para correção da data do evento. Ao contrário do publicado anteriormente, o show é na sexta-feira.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.