Tayrone divulga novo vídeo contra o reajuste do IPTU; desta vez, criticando a proposta de aumento de 60%

“O que era absurdo, com todo mundo contra, ainda continua sendo abusivo, porque a prefeitura agora quer apresentar uma proposta de 60% de aumento para todos os imóveis de Goiânia sem, inclusive, justiça fiscal”, diz o petista

Mais uma vez, o vereador Tayrone di Martino (PT) divulgou um vídeo nas redes sociais a respeito da proposta de reajuste do IPTU e do ITU em Goiânia. O foco desta sexta-feira (7/11), porém, como não poderia deixar de ser, foi o recuo da prefeitura quanto ao projeto aprovado — apenas para propor um novo reajuste de quase 60% para todos os imóveis da capital.

“A prefeitura acaba de anunciar que tudo que ela fez até agora sobre IPTU e ITU em Goiânia não vale mais nada. Sabe aquela votação domingo à noite, que eu fui radicalmente contra, e inclusive fui suspenso pelo meu partido, o que ocasionou a renúncia de minha candidatura? Pois é, agora a prefeitura vai apresentar um projeto de lei para revogar inclusive aquela votação”, critica o vereador no vídeo.

“Mas o que era absurdo, com todo mundo contra, ainda continua sendo abusivo, porque a prefeitura agora quer apresentar uma proposta de 60% de aumento para todos os imóveis de Goiânia sem, inclusive, justiça fiscal”, disse.

Novamente, ele conclamou a população a continuar se manifestando contra a proposta da prefeitura e prometeu continuar na luta pela causa.

O enfrentamento de Tayrone ao projeto de Paulo Garcia quase levou à sua expulsão do PT. O imbróglio começou quando o vereador ainda era candidato à vice-governadoria na  chapa encabeçada por Antônio Gomide (PT) e foi suspenso pela executiva, ficando impedido de participar de deliberações da legenda.

De lá para cá a situação só piorou, com ameaças de expulsão de um lado e hipóteses de deixar o PT por conta própria de outro. No entanto, até o momento, nenhuma atitude foi tomada, e Tayrone (assim como Felizberto Tavares, também dissidente) permanece na legenda.

Deixe um comentário