Tayrone Di Martino volta atrás e decide manter candidatura

Aos integrantes do PT, o vereador teria alegado desconhecer as consequências desastrosas de sua renúncia à chapa petista

Após reunião com o diretório estadual do PT, o vereador Tayrone Di Martino voltou atrás em sua decisão de abandonar a disputa eleitoral a cinco dias do pleito, mantendo sua candidatura a vice-governador do Estado na chapa de Antônio Gomide. A mudança de planos foi anunciada logo após o término do encontro petista, às 20h30.

Tayrone Di Martino havia renunciado nesta tarde, em pronunciamento na Câmara Municipal. A renúncia, caso fosse concretizada, colocaria em risco a candidatura de Gomide, uma vez que, conforme a Justiça Eleitoral, é vetada a substituição de candidatos até 20 dias antes do pleito, exceto em caso de morte. Aos integrantes do PT, o legislador teria alegado desconhecer as consequências desastrosas que sua até então anunciada renúncia poderia trazer à chapa petista.

Na última semana, Tayrone teve alguns embates com a gestão municipal de Goiânia, encabeçada por Paulo Garcia, e com a executiva do partido por ser contra a reformulação das alíquotas do IPTU, proposta pela prefeitura. O caso chegou a levar à sua suspensão do PT. Durante pronunciamento, o vereador destacou que a situação estava muito difícil para ele e não havia mais condições de que permanecesse como candidato em uma chapa do partido.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.