Taxistas realizam manifestação contra projeto que regulamenta Uber em Goiânia

Matéria pode ser apreciada nesta quarta-feira (16); intenção da categoria é pressionar Legislativo a não colocar o texto em votação antes de uma discussão com os taxistas

Taxistas de Goiânia organizam, para esta quarta-feira (16/11) uma manifestação da categoria contra o projeto de lei 167/201, que regulamenta o uso de aplicativos de transporte na capital. De acordo com a Associação dos Permissionários de Táxi de Goiânia (Aspertagyn), a matéria de autoria do vereador Djalma Araújo (Rede) não foi discutido com a categoria.

Além disso, a Aspertagyn afirma que a redação da proposta teve ampla participação de advogados da Uber. A matéria foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da casa na última quarta-feira (9) e pode ir à primeira votação já nesta semana.

O texto do projeto de lei estabelece as condições para criação, credenciamento, funcionamento e fiscalização de aplicativos, além do pagamento de taxas pela exploração da malha viária.

Segundo a Aspertagyn, a associação defende a regulamentação dos aplicativos para o transporte de passageiros. Entretanto, ela “repudia a forma obscura utilizada pelo autor da matéria ao apresentar uma proposta sem o conhecimento e participação dos trabalhadores de táxi e da população goianiense”.

Para a manifestação de quarta-feira (16), são esperados mais de 300 permissionários. A intenção dos taxistas é pressionar o Legislativo e não colocar o texto em votação antes da discussão com a categoria.

Deixe um comentário