Manifestação a favor de projeto de lei que restringe aos taxistas a exploração do transporte remunerado individual reunirá motoristas de todo o País, nesta terça (8)

Cerca de 300 taxistas de Goiânia e Aparecida de Goiânia vão a Brasília nesta terça-feira (8/11) para tentar acelerar o trâmite de um projeto de lei na Câmara Federal que pode extinguir o Uber no Brasil.

Coordenada pela Associação dos Permissionários de Táxi de Goiânia (Aspertagyn), a comitiva sairá da Praça Universitária, em Goiânia, por volta das 4 horas, rumo à capital federal, onde se juntará a outros 5 mil taxistas de várias regiões do País.

O projeto de lei nº 5587/2016, de autoria dos deputados Carlos Zarattini (PT-SP), Luiz Carlos Ramos (PTB-RN), Osmar Serraglio (PMDB-PR), Renata Abreu (PTN-SP), Laudivio Carvalho (SD-MG) e Rôney Nemer (PP-DF), restringe aos taxistas a exploração do transporte remunerado individual de passageiros aberto ao público.

Segundo os autores do projeto, o objetivo é “combater a disputa ilegal e predatória promovida por aplicativos de transporte de passageiros, proteger os taxistas e melhorar os serviço prestado aos consumidores”.

De acordo com o texto da proposta, somente carros de aluguel poderão fazer transporte público individual de passageiros de forma remunerada. Veículos particulares não terão autorização para prestar esse serviço.

A matéria atualmente está aguardando nomeação de um relator na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara Federal.