Tasso Jereissati desiste de pré-candidatura a Presidência da República em apoio a Eduardo Leite

PSDB Goiás também sinalizou apoio a Leite, por insatisfação com Dória, após membros de seu governo apoiarem Ronaldo Caiado (DEM)

Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) e governador Eduardo Leite (PSDB-RS) | Fotos: Reprodução

Na tentativa de agir estrategicamente, senador Tasso Jereissati (CE-PSDB) decide desistir de sua pré-candidatura à Presidência da República em prol do apoio ao governador Eduardo Leite (RS). O anúncio será feito por ambos na tarde desta terça-feira, 28, em Brasília. Assim, a prévia tucana, que ocorrem dia 21 de novembro, se mantém concentradas em  Eduardo Leite e no governador de São Paulo, João Dória.

É interessante relembrar que, anteriormente, o PSDB Goiás já havia sinalizado apoio a Leite, por insatisfação em relação ao apoio dos auxiliares goianos do governador de São Paulo – o secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles – ao atual governador de Goiás, Ronaldo Caiado, nas eleições de 2022. A disputa das prévias está acirrada entre Dória e Leite.

Neste momento, Dória e Leite disputam para o que tanto se chama de terceira via, que seria uma alternativa visada por partidos contrários a Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com a intenção de escapar de uma escolha polarizada no pleito de 2022. No entanto, pesquisas do Datafolha do último mês mostram tanto Dória quanto Leite em porcentagens muito abaixo dos dois polos da eleição.

Enquanto Lula e Bolsonaro se posicionam com 44% e 26% das intenções de voto, Dória e Leite marcam 4% cada. Leite, no entanto, leva vantagem contra Dória quando se fala de rejeição, tendo somente 18% contra 37% do paulista.

Quanto às prévias, outro que ainda sinaliza nessa disputa é o ex-prefeito de Manaus, Arthur Vírgilio. Apesar de também pré-candidato, no momento, tucanos acreditam que o peessedebista pode desistir até o fim da disputa.

 Já Tasso, apesar de ter se inscrito nas prévias na semana passada, sua desistência já era falada nos bastidores, já que ele e Eduardo Leite há tempos se mostram aliados. Ele, inclusive, não viajou para a realização de campanhas nas prévias, tendo priorizado seu isolamento social.

Ao Jornal Metrópolis, Tasso chegou a afirmar que não tem a intenção de disputar outro mandato e que seu objetivo atual é passar mais tempo com sua família. A assessoria de imprensa do senador afirmou a decisão de não disputar não é relacionada com a existência de problemas de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.