Suspeitos de praticar homofobia em Goiânia saíram da prisão na madrugada desta segunda

Soltura se deu pelo vencimento do prazo da prisão temporária. Inquérito deve ser finalizado no fim desta semana

homofobia

Foto: Polícia Civil

Na madrugada desta segunda-feira, 22, os investigados Caio César Rodrigues Sampaio e Lucas Vilela Martins, ambos estudantes de Educação Física, suspeitos de praticarem crime de injúria racial, devido a ofensas homofóbicas contra um jovem de 24 anos, no Setor Bueno, foram colocados em liberdade.

A soltura se deu, porque venceu o prazo da prisão temporária. De acordo com o delegado responsável, Carlos Caetano, não houve necessidade de se pedir a prorrogação do tempo dos investigados em cárcere. O inquérito deve ser finalizado ainda nesta semana. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.