Suspeito de ligação com atentado de Paris é detido na Bélgica

Jovem de 22 anos deverá comparecer em cinco dias a um tribunal de Bruxelas para decidir a manutenção da prisão preventiva

Um homem de 22 anos foi detido nesta quinta-feira (31/12) em Bruxelas, em uma operação no âmbito dos atentados de 13 de novembro, em Paris. Segundo autoridades belgas, o homem, acusado de terrorismo, foi detido na comuna de Molenbeek, onde tem havido detenções relacionadas com os ataques que mataram 130 pessoas no mês passado.

O belga Ayou B. foi detido preventivamente por “homicídio terrorista e participação em atividades de um grupo terrorista”. O jovem deverá comparecer em cinco dias a um tribunal de primeira instância, em Bruxelas, para decidir a manutenção da prisão preventiva.

A operação ocorreu na mesma casa alvo de buscas três dias depois de 13 de novembro, que revelaram indícios da presença de Salah Abdeslam, um dos principais suspeitos dos ataques de Paris. Telefones celulares foram apreendidos na operação e estão atualmente em análise. Não foram descobertas armas nem explosivos, segundo o comunicado da Procuradoria belga.

O anúncio da décima detenção neste processo, acontece um dia depois do cancelamento de fogos de artifício e das celebrações do ano novo nas ruas do centro de Bruxelas, embora o nível de ameaça continue em 3, numa escala que vai até 4. Esta semana ocorreram várias operações policiais, que resultaram em duas detenções por suspeita de planejamento de ataques na capital belga e outra relacionada com os atentados de Paris.

Deixe um comentário