Sucessor de Cunha é alvo da Lava Jato e votou contra o impeachment

Já assumiu a presidência da Câmara o deputado federal Waldir Maranhão (PP), considerado aliado de Cunha na Mesa Diretora

Waldir Maranhão assume a presidência da Câmara dos Deputados (PP-MA). Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

Waldir Maranhão assume a presidência da Câmara dos Deputados (PP-MA).
Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal decidiu na manhã desta quinta-feira (5/5) pelo afastamento do deputado federal e presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Com o afastamento, quem assumiu interinamente a presidência da Casa é o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), antes vice-presidente da Casa, citado na Lava Jato durante a delação premiada do doleiro Alberto Youssef.

Maranhão foi acusado de ser um dos deputados do PP beneficiados por propinas de contratos da Petrobras. Além da Lava Jato, o agora presidente da Câmara é citado em inquéritos da Operação Miqueias da Polícia Federal, que trata de desvio de recursos de fundo de pensão e lavagem de dinheiro.

Considerado aliado de Cunha na composição da Mesa Diretora da Câmara, Maranhão surpreendeu ao votar contra o prosseguimento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), no dia 17 de abril. De última hora, o deputado optou por não seguir a orientação de seu partido, o PP, e por consequência foi destituído da presidência do diretório estadual do partido no Maranhão.

Se Eduardo Cunha for afastado do cargo de maneira definitiva do mandato, segundo o regimento da Câmara, Waldir Maranhão terá que convocar novas eleições para definir um novo presidente.

O artigo 8º, parágrafo 2º do Regimento Interno da Casa determina que: “Se até 30 de novembro do segundo ano de mandato verificar-se qualquer vaga na Mesa [Diretora], será ela preenchida mediante eleição, dentro de cinco sessões”, diz o texto. “Ocorrida a vacância depois dessa data, a Mesa designará um dos membros titulares para responder pelo cargo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.