Decisão foi do ministro Benedito Gonçalves que atendeu pedido da PGR

Pastor Everaldo | Foto: Reprodução

[relacionadas artigos=”171088″]

O pastor Everaldo, presidente do PSC, preso desde o dia 28 de agosto, teve a prisão temporária prorrogada. A decisão foi do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Benedito Gonçalves atendeu a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR). Pastor Everaldo foi preso na mesma operação que levou ao afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).