STF autoriza novos depoimentos de Youssef e de ex-diretor da Petrobras

Esclarecimentos devem tratar do envolvimento de parlamentares e demais autoridades com foro privilegiado nos desvios de recursos da estatal

Foto: Reprodução/ABr

Alberto Yousseff (à esquerda) e Paulo Roberto Costa vão prestar novos esclarecimentos ao STF | Foto: Reprodução/ABr

O doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, vão prestar novos depoimentos sobre o envolvimento de parlamentares e demais autoridades com foro privilegiado na Operação Lava Jato. A medida foi autorizada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator dos processos oriundos da investigação na Corte.

Os novos esclarecimentos foram requeridos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chefe da força-tarefa de procuradores que atuam nas investigações sobre desvios de recursos da Petrobras.

Após as oitivas, Janot deve denunciar ao STF as autoridades com prerrogativa de foro, como parlamentares. Segundo o procurador, as denúncias devem ser remetidas até o final deste mês. Os investigados que não se reelegeram serão julgados pelo juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba.

Deixe um comentário