STF arquiva pedido de investigação de Bolsonaro por obstrução de justiça no caso Marielle

Pedidos foram apresentados por integrantes do PT e pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI), para que o presidente e o filho fossem investigados pelo acesso a dados da portaria do condomínio

Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu pelo arquivamento de dois pedidos para que o presidente Jair Bolsonaro e o filho Carlos Bolsonaro respondessem por obstrução de justiça na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco.

Segundo informações de O Globo, Moraes justificou que a Procuradoria-Geral da República (PGR), que tem atribuição de decidir sobre andamento de investigações, não viu elementos a serem apurados.

Os pedidos de investigação foram apresentados por integrantes do PT e pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI), para que o presidente e o filho fossem investigados pelo acesso a dados da portaria do condomínio onde os dois têm casa, no Rio de Janeiro. A solicitação foi feita após reportagem do Jornal Nacional revelar depoimento de um porteiro do condomínio Vivendas da Barra, na Barra da Tijuca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.