SMS afirma que quantidade de doses que vão para a “xepa da vacina” é baixo

Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia informa que os beneficiados pelas doses que sobram devem ser pessoas que se encaixam nos grupos prioritários

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), as sobras de doses da vacina contra a covid-19 estão sendo destinadas a pessoas que se encaixam nos grupos prioritários e não a qualquer indivíduo que seja maior de 18 anos de idade, como já ocorre em algumas cidades do país. 

Por nota, a SMS informou ainda que todos os pontos de vacinação da capital goiana seguem um padrão em relação às sobras em questão. Cada local faz uma relação das pessoas que se encaixam dentro dos grupos prioritários e têm interesse em tomar a vacina. Desse modo, quando sobra alguma dose, essas pessoas são contatadas por telefone.

A Secretaria afirmou ainda que pouquíssimas doses sobram diariamente, uma vez que a vacinação acontece por meio de agendamento e o imunizante da AstraZeneca por exemplo, pode retornar para o freezer e permanecer pelo período de mais 48 horas após a sua abertura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.