Sistema e-SUS apresenta instabilidade e atrasa notificação de casos de Covid-19

“Não estamos conseguindo inserir os resultados de exames positivos e encerrar os casos”, relata usuário do sistema e-SUS Notifica, do Ministério da Saúde

O número de casos de Covid-19 em Goiás e no Brasil pode ser bem maior que os registrados nos últimos dias. A tendência decrescente na média móvel de Goiás dos últimos sete dias, por exemplo, mostra que o Estado, assim como as demais unidades da federação, enfrenta problemas de notificação.

O problema foi reconhecido pelo Ministério da Saúde (MS) em comunicado aos usuários do sistema de registro de notificações, o e-SUS Notifica. A ferramenta lançada no dia 27 de março de 2020 enfrenta instabilidades e passa por melhorias pelo Departamento de Informática do SUS (Datasus).

“Há uma perceptível lentidão nos últimos dias, devido ao aumento expressivo do volume de informações e acessos simultâneos no sistema, no entanto, o Datasus já está trabalhando em soluções para resolver o problema relatado”, informa o MS.

Segundo o Datasus, nas próximas horas, será iniciada uma rotina de atualização e implementação de melhorias e correções necessárias. Durante esse período de manutenção, a aplicação apresentará grande lentidão e instabilidade, impossibilitando a busca de notificações por nomes.

Chegaremos em um platô não por estabilização da transmissão e sim pela falta de notificação

Um usuário do sistema em Goiás relatou que desde o dia 10 de julho, o e-SUS não funciona adequadamente, e nesta última semana praticamente não teria permitido a notificação de novos casos e nem o encerramento dos casos positivos. “Chegaremos em um platô não por estabilização da transmissão e sim pela falta de notificação. Não estamos conseguindo inserir os resultados de exames positivos e encerrar os casos”, disse.

Com o problema, os tempos (delays) entre os eventos óbitos e os eventos publicação estão cada vez maior. Em Goiás, se 70% dos óbitos já levavam até uma semana para serem notificados, com o avanço da Covid-19 e os problemas nos sistemas, hoje está levando muito mais tempo. Ou seja, o momento ainda não é de estabilização ou queda no número de casos tanto em Goiás como no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.