Sindipúblico cobra concessão da data-base ao Poder Executivo Estadual

“Correção inflacionária é um direito previsto em lei”, defende sindicato

Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Goiás (Sindipúblico) encaminhou oficio ao governador José Eliton (PSDB), solicitando que seja concedida a Revisão Geral Anual (DATA-BASE) dos servidores do executivo, assim como ocorreu com os servidores do Ministério Público (MP-GO), que tiveram o projeto de lei aprovado e sancionado nos últimos dias.

Além da data-base do MP, que teve sua Lei publicada no diário oficial da última terça-feira, 11, outro projeto de lei começa a tramitar na Assembleia Legislativa, que é o reajuste retroativo de 10% para os Servidores do Tribunal de Justiça (TJ). A diferença referente a 2016 custará aos cofres públicos cerca de 288 milhões de reais.

Para o sindicato, a atitude do Governo ao conceder a data-base (remuneração anual obrigatória), apenas para uma parcela do funcionalismo público é absurda. O Sindipúblico entende que todos os servidores devem ser contemplados com a correção inflacionária, que é um direito previsto em lei.

O departamento jurídico do sindicato já está tomando as devidas providências com o objetivo de garantir que o Governo estenda a concessão ao Poder Executivo Estadual.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.