Sindicato entra com ação coletiva contra Avianca para garantir rescisão indireta

SNA demandou, também, pela liberação do FGTS e seguro desemprego dos tripulantes da companhia aérea

Foto: Reprodução

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) protocolou, na sexta-feira, 2, ação contra a Avianca. A petição pediu a permissão para aeronautas solicitarem rescisão indireta dos contratos de trabalho.

Além disso, o SNA demandou pela condenação da companhia aérea a pagamento de verbas rescisórias e liberação do saque aos depósitos de FGTS, bem como seguro desemprego. Cada tripulante, se a justiça deferir a ação, poderá pedir a rescisão contratual, de forma individual.

Em publicação em seu site oficial, o SNA informou ser “de fundamental importância que os aeronautas continuem registrando eventuais ocorrências pelo e-mail juridico@aeronautas.org.br, para que o SNA possa atuar extrajudicialmente ou judicialmente em favor dos tripulantes” e que, “independentemente da ação coletiva, é prerrogativa dos tripulantes ingressar com ação individual”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paulo

Situação repugnante!!! Ainda temos muitos comissários e pilotos que continuam empregados, porém sem salário desde o mês de Abril… Não aguentamos mais isso, a empresa não se manifesta de nenhuma forma e nos abandonaram totalmente.