Sindicato contraria fala de Bolsonaro e afirma que valor de combustíveis não vai diminuir

Federação Única dos Petroleiros (FUP) aponta que compromisso da estatal com acionistas seria o principal entrave para queda dos preços

Preço de combustíveis não deve cair. | Foto: reprodução

A Federação Única dos Petroleiros (FUP), através de seu coordenador geral Deyvid Bacelar, contrariou as expectativas de Jair Bolsonaro sobre a queda no valor dos combustíveis. Na última semana, o presidente afirmou que a Petrobrás anunciaria diminuição no preço do produto. Para o membro do sindicato, isso não será possível.

O principal motivo para manutenção no valor dos combustíveis é conflito de interesses entre gestores e acionistas da Petrobras. “É óbvio que, para pagar tais dividendos, é necessário que os preços continuem altos. E apesar do presidente Jair Bolsonaro ter dito que a Petrobrás começará a anunciar nesta semana redução nos preços de seus combustíveis, sabemos que há essa dificuldade”, afirmou Deyvid Bacelar.

De acordo com Deyvid, houve redução de 18,7% no preço internacional do barril de petróleo. Mesmo assim, a Petrobrás não poderá abaixar o preço dos derivados em suas refinarias por causa de compromissos com acionistas. Vale ressaltar que a empresa se dispôs a pagar, nos próximos cinco anos, uma quantia no valor de R$ 350 bilhões para acionistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.