Silas Malafaia compra briga com caminhoneiros após criticar greve

Representante da categoria respondeu líder religioso com alerta: “Deus vai pegar você, pastor!”

O pastor Silas Malafaia comprou briga com caminhoneiros após resolver publicar vídeo em suas redes sociais em que critica a paralisação que para o país há 10 dias.

“A greve dos caminhoneiros está no final, e qual o resultado para o país? Perdas de bilhões e bilhões no comércio, na indústria e na agricultura. E a maioria dos caminhoneiros é de funcionários, não mudou nada para eles. Continuam com uma carga horária de mais de 12 horas por dia e um salário de miséria. Não adianta agir por emoção para atender o umbigo de uma categoria”, afirma o pastor na gravação.

Em resposta, um dos advogados da categoria, Dr. David Salomão, mandou uma mensagem ao pastor Silas Malafaia. O vídeo já foi visto mais de 5 milhões de vezes e viralizou nas redes sociais. Na gravação, o advogado confronta o pastor Silas, cita a Bíblia e conclui alertando: “Deus vai pegar você, pastor!”

Confira abaixo os dois vídeos:

Uma resposta para “Silas Malafaia compra briga com caminhoneiros após criticar greve”

  1. Avatar Val Cordeiro disse:

    ao silas mal faz:

    A boca fala do que o coração ta cheio… e você disse coisas que um pastor jamais falaria… EU que conheço a palavra DE DEUS, Você Não me representa mais…

    UMA PERGUNTA!!!
    Quem será que é o Vagabundo??? —> O Motorista que trabalha sem honorai-os e longe da família, ou Você que pede 15,00 por mês para te manter????

    EU…
    ERA UM MANTENEDOR SEU…
    E NÃO CONHECIA SEU CARÁTER PESSOAL MAS VC MESMO ME ABRIU OS OLHOS…

    VAI SE FERRAR MEUS 15,00 DE 6 ANOS CONSECUTIVO É EQUIVALENTE À R$ 1,080,00 FOI JOGADO NO LIXO ?????????? 12 Mês X 15,00 = 180,00 x 6 anos é = 1.080,00 jogado no lixo… ai Você me diz que o MOTORISTA É VAGABUNDO???????????

    PENSE NA MERDA QUE QUE DISSE????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.