Ação busca estabelecer critérios técnicos que atendam as recomendações de saúde na minimização dos riscos de contágio com o novo coronavírus

Foto: reprodução

O Senar Goiás, Ceasa-GO, SEAPA e Ministério da Agricultura realizam na
manhã desta sexta-feira, 3, a montagem e análise de um modelo de feira
livre que atenda a recomendações dos órgãos de saúde, no sentido de manter
a segurança sanitária, minimizar as possibilidades de disseminação e
contaminação com o novo coronavírus.

Essa feira modelo terá uma distância maior entre as barracas. Também, deve-
se apresentar um protocolo de higienização, embalagem dos produtos e
atendimento. Será experimentado, por exemplo, a possibilidade de
atendimento no estilo drive thru.

A ação é um teste, que será apresentado ao governo, para análise e, sendo
bem sucedido, permitir a liberação para funcionamento das feiras livres.
Exitoso, o projeto também servirá de modelo para todo o país.