Sessão de cinema reúne autoridades e representantes da educação pública em Goiás 

Documentário exibido nessa sexta traz desafios da educação pública no Brasil 

Este slideshow necessita de JavaScript.

As vozes da educação no Brasil – alunos, professores, diretores e pensadores – ganharam as grandes telas essa semana na grande Goiânia. A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce Goiás) promoveu sessões de cinema com o documentário “Nunca me Sonharam”, realizado pelo Instituto Unibanco e dirigido por Cacau Rhoden, para cerca de três mil alunos desde segunda-feira (21/8).

Na noite desta sexta-feira (25) o filme foi exibido no Cine Lumière, no shopping Bouganville, em uma sessão para convidados, com a presença do governador Marconi Perillo, secretária Raquel Teixeira, Ricardo Henriques e Pedro Moreira Sales, do Instituto Unibanco, o diretor do filme, Cacau Rhoden, representantes da Seduce e de diversas entidades da Educação.

“Reunimos aqui pessoas comprometidas com o Estado, com a educação e a juventude para assistir esse filme”, disse a secretária Raquel Teixeira, que agradeceu a contribuição do Instituto Unibanco a Goiás, como, por exemplo, com o programa Jovem de Futuro, presente em 605 escolas e atendendo a 240 mil alunos.

“Aqui em Goiás, a gente vê que é possível ter responsabilidade e seriedade públicas no Brasil na agenda tão desafiadora que é a Educação”, disse Ricardo Henriques. Segundo ele, o filme Nunca me Sonharam é uma tentativa de contribuir com a qualidade da educação pública brasileira, com uma grande aposta na transformação.

O diretor Cacau Rhoden falou da oportunidade do audiovisual entrar nesse universo tão complexo que é a educação pública no Brasil. “Fizemos isso com muito respeito e muito carinho. Espero que ele toque o coração e a mente de vocês”, disse o diretor. 

Nunca me Sonharam 

Emocionante e inspirador, o filme dá o protagonismo aos alunos da educação pública de diversas cidades no Brasil, passando por cenários como grandes metrópoles, cidades de praia ou no interior. Alunos do Colégio Lyceu, de Goiânia, também participam da produção. O documentário reúne mais de 70 entrevistas de estudantes, professores, diretores e especialistas de diversas áreas em relatos emocionantes e instigantes.

O diretor do filme comemorou a exibição em diversas salas de cinema e disse que a intenção é que ele ganhe todos os espaços. Com um cadastro simples, é possível ver o filme gratuitamente na plataforma online Videocamp. (Da Seduce)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.