Sesi Goiás recebe investimentos na área de robótica

“Estamos preparando uma moçada de elite para servir às nossas indústrias”, disse Sandro Mabel, presidente da Fieg

Foto: Alex Malheiros/Fieg

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás, Sandro Mabel, anunciou, nesta segunda-feira, 6, investimentos na área de Robótica do Sesi Goiás, em um almoço realizado na sede da Fieg. Na ocasião estiveram presentes os alunos premiados no Campeonato Mundial de Robótica, realizado em abril, nos Estados Unidos, além de professores e autoridades.

Atualmente, a Robótica faz parte da grade curricular de todas as escolas do Sesi em Goiás. O Presidente espera, em três anos, que Goiás esteja no topo do pódio das principais competições do mundo. “Nós temos visto que esta área de robótica desperta nos jovens muito interesse, e nossos times têm feito bonito nos últimos anos”, declarou.

Neste ano, os times de robótica tiveram cinco premiações no Rio de Janeiro, e foram classificados com duas equipes para os Estados Unidos, “nós queremos que isso se intensifique”, concluiu o presidente.

Investimentos

Sobre os investimentos na área, Sandro Mabel disse: “Nós estamos preparando uma moçada de elite para que possam servir às nossas indústrias”.

Foto: Alex Malheiros/Fieg

“Enquanto eles estão nas escolas, nós queremos colocar mais dinheiro em cima disso, dar oportunidades para um número maior de estudantes, criar equipes mais competitivas, ter material mais avançado, enfim, nós queremos trazer um primeiro lugar internacional, e para isso não adianta só poesia, precisa de investimento, treino, mão de obra e treinar equipes e professores, então nós vamos colocar um dinheiro importante nestes projetos”, acrescentou.

O Diogo Braga Lima é um dos integrantes do grupo que participou da competição First Tech Challenge (FTC), e conta que, neste ano, os estudantes tiveram que simular uma sonda que levasse o robô para um planeta desconhecido, a fim de fazer o reconhecimento do território.

“É um incentivo muito importante porque estamos seguindo um caminho voltado para a indústria e nos forma como profissionais mais especializados nesta área, além disso, representar o Brasil nos Estados Unidos foi uma experiência ímpar, nós ficamos muito felizes em ter esse reconhecimento”, afirmou o estudante.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.