Servidores se mobilizam contra novo texto da reforma da Previdência municipal

Sindicato da educação considerou o projeto como “danoso”

O Sindicato Municipal dos Trabalhadores da Educação (Simsed) se pronunciou contra o projeto de Reforma Municipal da Previdência apresentado na Câmara Municipal nesta terça-feira (3/7). Como resposta à matéria que consideram como “danosa”, a associação chamou os servidores do município para um ato na manhã desta quinta-feira (5/7).

Na nota, o Simsed diz que “mais uma vez o prefeito Iris Rezende está usando de manobras para conseguir aprovar esse projeto contra os servidores”. Além disso, o sindicato diz que o projeto não foi nem enviado para que um debate pudesse ser feito e que também não houve audiências públicas para justificar os pontos da proposta.

Para o sindicato, a base esperou a educação entrar de férias para não enfrentar as manifestações, além de ter “se servido sorrateiramente do fato da presidente da Comissão, a vereadora Sabrina Garcez, estar de licença”. Os servidores consideraram a atitude do prefeito de Goiânia como antidemocrática.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ziro

Prefeito através da amma aprovou a construção de um mega estacionamento privativo do tjgo no setor oeste, em areia proibida, ao custos de milhões, dinheiro público desperdiçado com mordomia de palacianos, que seria suficiente para suprir as necessidades básicas de creches, asilos, postos de saúde e escolas. Será que o judiciário vai julgar contra o executivo?