Servidores realizam protesto contra má gestão e falta de atendimento no Imas

Trabalhadores em educação de Goiânia vão partir da Praça do Bandeirante em uma caminhada até a sede do Instituto de Assistência à Saúde e Social dos Servidores 

Foto: Divulgação Sintego

Nesta quarta-feira (11/4) o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) irá realizar um ato em defesa do Instituto de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais (Imas). A manifestação será uma caminha irá da Praça do Bandeirante até a sede do Instituto. O objetivo é cobrar por melhorias e regularização nos atendimentos aos usuários.

Atualmente, de acordo com a presidenta do Sintego, Bia de Lima, o Imas enfrenta uma grave crise financeira com atrasos nos pagamentos aos prestadores de serviços, deixando os servidores sem o atendimento. “Convocamos todos usuários e servidores da rede municipal para, juntos, cobrarmos celeridade na gestão do Imas e retorno, imediato, nos atendimentos”, afirmou.

Para evitar que crises como esta continuem se repetindo no Imas, o Sintego luta para que a gestão do instituto seja administrada por representantes dos servidores e não por indicação política. “Esse é o único caminho para que o Imas atenda a sua finalidade que é cuidar da saúde do servidor municipal,” disse a presidenta do Sintego.

Atualmente, o presidente do Imas é indicado pelo prefeito e quando a Prefeitura não repassa os recursos do Instituto, o chefe do órgão não tem a autonomia necessária de cobrar da prefeitura.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.