Servidores protestam na Câmara de Goiânia contra reforma da Previdência

Reforma foi alvo de embate entre vereadores da base e da oposição durante sessão

Divulgação

Servidores da Prefeitura de Goiânia lotaram as galerias da Câmara de Vereadores na manhã desta quarta-feira (15/8)  em protesto ao projeto de lei que trata da reforma da Previdência municipal. A categoria anunciou na última terça (14) paralisação do serviço para acompanhar o trâmite do texto.

A matéria foi encaminhada pelo Paço nesta semana e ainda aguarda parecer da Procuradoria da Casa de leis para, então, ser apreciada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A reforma foi alvo de embate entre vereadores da base e da oposição durante sessão.  Um dos principais e mais polêmicos pontos da matéria trata da mudança da alíquota de contribuição dos servidores. A categoria sugere que seja de 11%. Na proposta enviada pelo Executivo,  as alíquotas seriam de 12% a partir de 2019; 13% a partir de 2020 e 14% a partir de 2021.

Deixe um comentário