Servidores estaduais da educação terão ajuda de custo para investir em tecnologia

Pagamento será feito direto em folha de efetivos, comissionados e temporários. Benefício vai de R$ 1.637,50 a R$ 3.275,00

Secretária Estadual de Educação Fátima Gaviolli. | Foto: reprodução

Os servidores da educação terão, a partir de novembro, ajuda de custo para investir em equipamentos tecnológicos. O anúncio foi feito, nesta quarta-feira (20), pelo governo de Goiás. Os benefícios serão destinados a efetivos, comissionados e temporários. A carga horária e os meses trabalhadores definirão o valor a ser recebido.

Para servidores que atuam sob regime de 20 horas semanais, será destinado R$ 1.637,50. Os que trabalham 30 horas receberão R$ 2.456,25. Para os que possuem carga horária de 40 horas, o benefício será no valor de R$ 3.275,00. A expectativa do governo é beneficiar 39 mil servidores da rede pública de ensino. O total de gastos deve ser cerca de R$ 120 milhões.

Segundo o governador Ronaldo Caiado, a medida é uma forma de incentivar professores e servidores administrativos a investirem em equipamentos de tecnologia, como notebooks e celulares. “A educação é a única ferramenta capaz de mudar o futuro. (Queremos que) ela atinja os melhores níveis e possa combater as desigualdades regionais, dando cidadania às pessoas”, afirmou o chefe do executivo estadual.

Em outubro, os professores tiveram aumento de 4,52% a 7,20% em seus salários. Além disso, servidores da Secretaria de Educação terão R$ 500 acrescidos em seus salários como Auxílio Aprimoramento Continuado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.