Servidores da prefeitura de Pirenópolis são presos em operação da Polícia Civil

Estão sendo cumpridos 8 mandados de prisão e 13 de busca a apreensão contra suspeitos de fraudar licitação e desvio de recursos públicos

Foto: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira, 6, uma operação no município de Pirenópolis que resultou na prisão de servidores da prefeitura e de empresários de Goiânia.

Entre os presos estão o secretário de Administração e Governo, Adriano Gustavo de Oliveira e Silva, controlador interno, assessor jurídico, assessor especial e o secretário de Infraestrutura e Trânsito, Ozair Louredo da Cunha . Eles estão sendo deslocados para a Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), na capital.

A investigação tem por objeto fraude a licitação e desvio de recursos públicos através da empresa contratada pela administração municipal atual para prestação de serviço de limpeza urbana.

A delegada responsável pelo caso, Mayana Rezende, só deverá apresentar os presos à imprensa na quinta-feira,7.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.