Servidores da Educação fazem nova paralisação em Goiânia

Assembleia geral convocada pelo Simsed reivindica pagamento de incentivo aos auxiliares, data-base dos administrativos e piso dos professores

Simsed realiza ato em frente à Secretaria Municipal de Educação (SME) | Foto: Larissa Quixabeira

Os servidores da Educação municipal de Goiânia realizam na manhã desta quinta-feira (5/4) nova paralisação para assembleia geral da categoria. O movimento foi convocado pelo Sindicato Municipal dos Servidores da Educação de Goiânia (Simsed) e deve reunir dezenas de trabalhadores em frente à sede Secretaria Municipal de Educação.

Os funcionários da Prefeitura de Goiânia reivindicam o pagamento do piso salarial dos professores referente a 2018, o reajuste da data-base de 2018 e 2017 para os administrativos, convocação dos aprovados no concurso de 2016, pagamento do incentivo funcional de 30% aos novos auxiliares de atividades educativas, melhorias no atendimento do Instituto de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia (Imas), entre outros pontos.

A mobilização é mais uma dentre uma sequência de atos que a categoria vem realizando, mas não consegue obter resposta efetiva do Paço. No último protesto, realizado em março também em frente à sede da secretária, o secretário Marcelo da Costa não recebeu os servidores e ameaçou exigir reposição do dia letivo dos funcionários presentes na manifestação.

 

Deixe um comentário