Um buraco feito na laje de uma das celas foi produzido por detentos que cumprem pena por roubo, furto, tráfico de entorpecentes, ameaça e receptação

Foto: Reprodução

Servidores da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Luziânia evitaram uma possível fuga no presídio na noite desta quinta-feira, 19, quando encontraram um buraco em uma das celas. A possível rota de fuga foi vista no momento em que os agentes realizavam o procedimento de revista estrutural em uma das alas do presídio.

Segundo o diretor da unidade, Eduardo Pegoraro, os detentos utilizaram ferros retirados por eles da estrutura física do local, que foram então utilizados para a perfuração. O coordenador regional, Josimar Nascimento, ressalta que a cela tem acesso às ruas próximas da unidade.

A direção da unidade prisional abriu procedimentos administrativos internos para apuração dos fatos e, após averiguações, serão aplicadas aos responsáveis as devidas sanções penais em conformidade com a Lei de Execução Penal.

A cela foi interditada para reparos e os custodiados que cumprem pena por roubo, furto, tráfico de entorpecentes, ameaça e receptação foram transferidos para outras celas do presídio.