Sérgio Moro pede aprovação de pacote anticrime com modificações, se necessário

“Terá medidas contra crime organizado, crime violento, mas também contra o crime de corrupção”, garante o ministro

Em vídeo divulgado pelo filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Carlos Bolsonaro (PSL), o ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu que os parlamentares debatam e aprovem com sugestões e modificações, se for caso, o projeto de lei anticrime. “[Este] Terá medidas contra crime organizado, crime violento, mas também contra o crime de corrupção”, justificou.

Segundo o ministro, é necessário realmente endurecer em relação a este tipo de criminalidade [corrupção], “não só com o tempo de prisão efetivo, mas igualmente com medidas que facilitem a investigação”.

Desta forma, conforme Moro, será possível mandar um recado claro para a população, além de prestar contas àqueles que elegeram o novo governo e novo Congresso. Na ocasião, o ministro ainda homenageou os congressistas pela criação, por iniciativa da deputada Adriana Ventura, da Frente Parlamentar Mista contra a Corrupção.

“O ministério da justiça está sempre de portas abertas e ouvidos abertos para acolher proposições dos senhores parlamentares”, finalizou Sérgio Moro.

Na postagem, Carlos afirmou que “segurança sempre foi a principal preocupação dos brasileiros, que há anos estão presos em suas próprias casas, reféns da bandidagem. São mais de 60 mil homicídios/ano. O pacote anticrime do Ministro Moro não é mera proposta de governo, é a principal demanda de nossa população”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.