Vistoria constata irregularidades na obra do “Saúde Premium” e empresa é notificada

Construção na Avenida D, em Goiânia, está parada há sete anos

Foto: Francisco Costa/Jornal Opção

Após solicitação do Ministério Público de Goiás (MP-GO), a Secretaria Municipal de Planejamento e Habitação (Seplanh), por meio de vistoria, confirmou diversas irregularidades na obra do prédio “Saúde Premium”, na Avenida D, em Goiânia, e notificou a incorporadora.

Durante vistoria ao local, o órgão constatou que, além da ausência de liberação do município, há serie de irregularidades estruturais. Empresa tem até a próxima quinta-feira para responder à notificação.

Calçamento irregular

A obra, que está parada há sete anos, era conduzida pela empresa Goiânia Premium Incorporação. No relatório, a Seplanh aponta que, ainda em fase de escavações e fundação, o empreendimento está com calçamento irregular. Já na parte fiscal, o endereço do imóvel aparece sem licença municipal.

Durante a vistoria, o órgão não conseguiu colher assinatura do proprietário, já que ele não se encontrava no local.

Ao Jornal Opção, o responsável pela pasta, secretário Henrique Alves, afirmou que após o prazo de 15 dias, uma nova vistoria deve ser feita. Caso as irregularidades se mantenham caberá à Seplanh atuar com medidas cabíveis.

A reportagem tentou contato a Goiânia Premium Incorporação, responsável pelo empreendimento, mas não obteve retorno.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.