Senna é lembrado por ídolos da Fórmula 1 no aniversário de 25 anos de sua morte

Tricampeão mundial, piloto brasileiro ainda detém alguns recordes da categoria difíceis de bater

Foto: Reprodução

O dia 1º de maio, feriado do Trabalhador, é também o aniversário de 25 anos da morte de Ayrton Senna. O piloto tricampeão mundial e ídolo do esporte nacional morreu durante o GP de San Marino, na Itália, em 1994, após colidir em uma barreira de concreto, na fatídica curva Tamburello. Ele tinha 34 anos.

Na época, Senna pilotava um Williams. Durante a curva, a asa dianteira de seu carro se soltou e ele perdeu o controle. Ele morreu oito minutos depois de ser levado ao Hospital Maggiore de Bolonha. Por telefone, o jornalista Roberto Cabrini informou ao Plantão da Globo: “Morreu Ayrton Senna da Silva. Uma notícia que a gente nunca gostaria de dar”.

Mais tarde a perícia indicou que uma quebra da coluna de direção do carro fez com o piloto perdesse o controle. Em 1996, foram indiciados por homicídio culposo responsáveis pela prova e pista e também membros da Williams, mas foram todos absolvidos no ano seguinte.

Homenagens

Senna teve 41 vitórias na carreira e é o ídolo do piloto Lewis Hamilton. Nesta quarta-feira, 1, em seu Instagram, o inglês publicou uma homenagem.

“Lembro-me de estar sentado ali, bem ao lado do meu pai e vendo você na TV com 4 ou 5 anos. Ayrton, a maneira como você correu me cativou desde o começo e me aproximou deste incrível esporte. Você é um piloto puro, um verdadeiro mestre, um herói. Já se passaram 25 anos desde que você foi tirado de nós, mas você viverá eternamente”.

Na terça, 30, Alain Prost, considerado rival de Senna, disse à AFP: “Não apenas minha carreira, mas também minha vida está ligada a Ayrton Senna”. Os dois venceram sete campeonatos entre 1985 e 1993.

Ainda segundo Prost, “esta rivalidade foi incrível mas estava também ligada a toda a cena e, infelizmente, a morte de Ayrton a deixou congelada. Não há um momento em que, se você fala de Prost, não mencione Senna e vice-versa”.

Recordes

Como talentoso, Senna também deteve uma série de recordes, muitos ainda não batidos. Dentre eles, podemos destacar o maior número de poles consecutivas: oito.

Além disso, o corredor teve 65 pole positions na carreira (40,3% de aproveitamento). Neste quesito, ele ainda ocupa a terceira posição, atrás de Lewis Hamilton, com 85 (36% de aproveitamento), e Michael Schumacher, 68 (22,1%).

Senna também é o primeiro colocado com 24 primeiras filas consecutivas; e o top do ranking com mais vitórias de “ponta a ponta”, com 19 – trata-se daquelas em que o piloto começa e termina sem sair do primeiro lugar. E ele, ainda, considerado o rei de Mônaco, com seis vitórias na pista, o maior número.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.