Senador Wilder Morais deve ser convocado para depor na CEI das Pastinhas

Empresário é filiado ao DEM e comanda a Construtora Orca. Vereadores investigam suposto favorecimento na aprovação de projetos na gestão do ex-prefeito Iris Rezende

Nome de Wilder será apreciado pela CEI das Pastinhas Z| Foto: Lia de Paulo/Agência Senado

Nome de Wilder será apreciado pela CEI das Pastinhas | Foto: Lia de Paula/Agência Senado

O senador e empresário Wilder Morais (DEM) pode ser um dos convocados para depor na CEI das Pastinhas da Câmara de Vereadores de Goiânia, conforme apurou o Jornal Opção Online durante o primeiro dia de depoimentos de servidores públicos nesta sexta-feira (14). A intenção é colocar o requerimento para apreciação dos integrantes da comissão nas próximas reuniões.

Ex-secretário de Infraestrutura do Estado (Seinfra) no governo de Marconi Perillo (PSDB), o democrata é um dos sócios da Orca Construtora, empresa que estaria na lista de beneficiadas por brecha aberta no Plano Diretor de Goiânia vigente durante a gestão do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB), entre 2007 e 2010.

O empresário seria convocado para prestar esclarecimentos sobre como conseguiu aprovar projetos para a construção de empreendimentos imobiliários residenciais em desacordo com a lei daquela época. Teme-se que, nos bastidores, Wilder articule com os vereadores da CEI a não aprovação do requerimento que pede sua convocação.

O democrata foi empossado no Congresso Nacional em julho de 2012 para assumir a vaga de suplente após a cassação do mandato do então senador Demóstenes Torres (ex-DEM), investigado na Operação Monte Carlo por envolvimento com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

O presidente da sigla de Wilder em Goiás, o também senador Ronaldo Caiado, apoiou Iris durante a campanha ao governo estadual em 2014, quando o peemedebista foi derrotado pelo governador Marconi Perillo.

O senador é o terceiro político citado nas investigações da CEI. Os primeiros foram Iris e o deputado estadual Francisco Jr. (PSD), que ocupou a antiga Secretaria Municipal de Planejamento (Seplam) durante um período da gestão peemedebista.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.