Senado ganha quatro novos parlamentares nos próximos dias

Três senadores saem para assumir ministérios no governo Temer. O quarto novo senador assume vaga de Delcídio do Amaral, que teve seu mandato cassado pela Casa

Fotos: Agência Brasil,  Senado Federal e PSDB

Wirlande da Luz, Cidinho Santos, José Aníbal e Pedro Chaves assumirão vagas no Senado | Fotos: Agência Brasil, Senado Federal e PSDB

O Senado Federal terá algumas mudanças em sua composição nos próximos dias: Mudanças nos ministérios, com o novo governo Temer, e a cassação de Delcídio do Amaral (Sem Partido – MS) trarão quatro suplentes às cadeiras da Casa.

No total, três senadores foram convidados para compor o governo provisório de Michel Temer (PMDB): Romero Jucá (RR-PE), que assume o Ministério do Planejamento, José Serra (PSDB-SP), que vai para a pasta de Relações Exteriores e Blairo Maggi (PP-MT), que assume a Agricultura. Com a ausência de Jucá, fica vaga também uma das cadeiras da Comissão Diretora do Senado, já que Romero era o 2º vice-presidente da mesa.

Wirlande da Luz (PMDB-RR) é o primeiro suplente de Romero Jucá, enquanto José Aníbal (PSDB-SP) assume o lugar de José Serra e Cidinho Santos (PP-MT) ocupa a vaga deixada por Blairo Maggi. Tanto Maggi quanto Cidinho Santos deixaram, na última quarta-feira (11/5), o PR para migrar para o PP e, assim, conseguirem viabilizar a indicação de Maggi para o Ministério da Agricultura.

Já Delcidio do Amaral foi cassado por quebra de decoro parlamentar na última terça-feira (10), por 74 votos a 0. Ele foi preso pela Operação Lava Jato em novembro do ano passado depois de ter sido flagrado tentando negociar a fuga de Nestor Cerveró do país para que ele não cooperasse com as investigações. Em seu lugar, assume Pedro Chaves (PSC-MS).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.