Senado discute adiar calendário de provas do Enem; solicitação de isenção termina hoje

Parlamentares analisam possíveis prejuízos que podem ser causados devido ao impacto nos estudos durante a pandemia 

Foto: Divulgação

Durante a sessão deliberativa remota desta sexta-feira, 17, senadores defenderam a votação de projetos que adiam as datas do calendário de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A interrupção das aulas presenciais na rede pública e privada de ensino em razão das medidas de prevenção do contágio do novo coronavírus e falta de acesso universal à internet que possibilite o estudo domiciliar estão entre os argumentos apresentados pelos parlamentares.

O prazo para os alunos do 3º ano da rede pública solicitarem a isenção da taxa de inscrição termina nesta sexta-feira, 17. Confira como deve ser feito. 

Um dos PLs prevê a prorrogação automática de prazos para provas, exames e demais atividades para acesso ao ensino superior em caso de reconhecimento de estado de calamidade pelo Congresso Nacional ou de comprometimento do funcionamento regular das instituições de ensino do país.

Pela proposta, a prorrogação seguirá até que estejam concluídos os respectivos anos letivos nas instituições de ensino público e privado.

O Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), definiu os dias 11 e 18 de outubro para realização das provas digitais, que serão aplicadas pela primeira vez nesse formato; e os dias 1º e 8 de novembro para aplicação das provas tradicionais (impressas). (Com informações da Agência Senado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.