Senado aprova reforma da Previdência de militares

Projeto também conta com a reestruturação da carreira militar e deve custar mais de R$ 86 bilhões

Congresso Nacional |Foto: Pedro França/Agência Senado

O Senado aprovou em votação simbólica, nesta quarta-feira, 4, o projeto de reforma na aposentadoria das Forças Armadas, policiais militares e bombeiros. A matéria também prevê a reestruturação das carreiras militares e segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O projeto inicialmente previa somente a aposentadoria das Forças Armadas, no entanto, foi modificado após pressão das demais categorias. A reestruturação também prevê aumento de salário e gratificação e deve custar R$ 86,65 bilhões aos cofres públicos.

Do lado da Previdência, a proposta prevê o aumento do tempo de serviço para o ingresso na reserva de 30 para 35 anos e o aumento gradual de alíquotas previdenciárias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.