“Sempre me coloquei ao lado do setor produtivo”, diz Marconi

Governador do Goiás foi homenageado pelo Fórum Empresarial do estado em cerimônia na sede da na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg)

Foto: Reprodução

Ao participar, na noite de segunda-feira (19/3), na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), de cerimônia em homenagem ao trabalho realizado em seus quatro mandatos, o governador Marconi Perillo (PSDB) ressaltou os grandes investimentos feitos nas mais diversas áreas e o desenvolvimento de Goiás no período. O jantar foi oferecido pelo Fórum Empresarial de Goiás.

“Sempre me coloquei fortemente ao lado do setor produtivo. Não teríamos atraído tantas empresas se não fossem os incentivos modernos e adequados a cada um dos setores. No que diz respeito à dívida externa, vamos deixar uma trajetória muito melhor do que recebemos, em 1999. No saneamento, saltamos de 12 para 90 estações de tratamento de esgoto; na Saúde, conquistamos a acreditação, com o Certificado ONA, de cinco hospitais da rede estadual; na Segurança Pública, saltamos de 9,5%, em 2011, de investimentos do orçamento anual, para 14,3%, em 2017; e na Cultura, temos seis mil crianças estudando no Basileu França e duas mil no Gustav Ritter; investimos quase cem milhões em cultura somente em 2017”, declarou Marconi.

O governador, que desincompatibiliza no dia 7 de abril, quando o vice-governador José Eliton assumirá o comando do Palácio das Esmeraldas, também destacou as qualidades do vice. “Embora jovem na política, José Eliton é equilibrado, sensato, culto, capaz, um homem de fé e que conhece a fundo as questões do Estado, afirmou, acrescentando que termina o quarto mandato com a consciência de ter cumprido com o seu dever de chefe do Estado.

O vice-governador José Eliton disse que, de 2011 para cá, teve a oportunidade de acompanhar, no governo do Estado, “o desenvolvimento social e econômico realizado pelo governador Marconi Perillo”.

“Nessa noite de homenagem, faço eco a todas a todas as manifestações. Realço e destaco o conceito e a política de desenvolvimento do Estado. Com o governador Marconi Perillo, Goiás cresceu significativamente acima da média nacional”, afirmou José Eliton.

Agradecimento

O presidente da Fieg, Pedro Alves de Oliveira, disse que uma das grandes virtudes do ser humano é a gratidão. “Agradecemos ao governador pelas inúmeras ações e pelas obras fantásticas durante todo o período em que governou Goiás. O Produto Interno Bruto (PIB) goiano saltou de R$ 21 bilhões, em 1999, para de cerca de R$ 200 bilhões, em 2017, graças não somente ao aproveitamento das potencialidades e das riquezas goianas, mas à desenvoltura espetacular do governador, de interação com o setor empresarial e comercial”, discursou Pedro Alves.

Para o presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), José Evaristo dos Santos, Marconi já fez muito, “mas terá condição de fazer muito mais”, porque, segundo ele, tem disposição e muito espírito público para ajudar Goiás a crescer e se desenvolver muito mais.

“Temos de reforçar o quanto o senhor fez pelo Brasil todo com programas que chegaram ao governo federal. Contribuiu não apenas com o setor produtivo goiano, mas brasileiro”, disse José Alves Filho, da Adial Brasil.

O Fórum Empresarial de Goiás é integrado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg); Federação das Associações Comerciais e Industriais de Goiás (Facieg); Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL); Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio); Associação Comercial, Industrial e de Serviços em Goiás (Acieg) e Associação Pró-Desenvolvimento Industrial de Goiás (Adial), além da Fieg.

Também participaram da solenidade o vice-presidente da Faeg, Bartolomeu Braz Pereira; os presidentes da Facieg, Ubiratan Silva Lopes; da FCDL, Melchior Luiz Duarte De Abreu Filho; da Acieg, Euclides Barbo Siqueira; da Adial Goiás, Otávio Lage De Siqueira Filho; os presidentes da Goiás Parceria, Cyro Miranda, e da Secretaria de Desenvolvimento, Francisco Pontes; o deputado estadual Marlúcio Pereira e o ex-deputado federal Sandro Mabel

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.