A semana de 09 a 17 de janeiro deve ter a persistência do corredor de umidade conhecido como Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). Este sistema garante altas condições de chuvas sobre a faixa central do país, onde, de acordo com a média das projeções, os volumes devem superar a marca dos 170 mm em algumas regiões. 

Estamos no período úmido e o que se espera de fato são chuvas frequentes. No entanto, o tempo fechado e chuvoso por vários dias é prejudicial à agricultura, contribuindo para o desenvolvimento de doenças pelo excesso de umidade. Além disso, o prejuízo mais óbvio são as inundações, alagamentos e maior potencial para deslizamentos de terra.

Nos próximos dias, as chuvas continuam, mas a sua abrangência começa a diminuir, ocorrendo predominantemente na forma de pancadas isoladas, que podem acontecer como temporais, mantendo o potencial para transtornos.

Orientações

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás também emitiu uma série de recomendações à população com medidas de prevenção e dicas sobre como agir em situações de risco causadas pelo mau tempo. Confira: 

Recomendações em caso de chuva:

  • Se estiver na rua durante a chuva, seja a pé, de bicicleta ou moto, e água estiver passando por cima do meio fio, não arrisque atravessar ou seguir na rua alagada. Você pode ser arrastado pela água, cair em um bueiro ou buraco. Espere a chuva passar e o nível da água abaixar para prosseguir;
  • Caso esteja dentro de um veículo, evite trafegar em locais onde o nível da água esteja na metade das rodas do veículo e evite baixadas ou regiões próximas a córregos ou ribeirões. Além do risco do motor parar, o carro pode ser arrastado pela força da água;
  • Acenda o farol baixo, pois além de melhorar a visão, o veículo atrás pode se guiar com as luzes vermelhas do seu carro. Se for prosseguir, utilize a primeira ou segunda marcha; 
  • Evite abrigar ou estacionar embaixo de árvores, durante as chuvas, pois elas podem cair e ocasionar acidentes;
  • Se estiver dentro do veículo e o nível da água começar a subir, acione imediatamente o Corpo de Bombeiros Militar, pelo número 193, para receber orientações de segurança, até que os bombeiros cheguem ao local. 

Em caso de raios, se estiver em casa:

  • Desligue os aparelhos elétricos das tomadas;
  • Caso esteja tomando banho, saia imediatamente, pois o raio pode cair na rede hidráulica e você poderá receber a descarga através da água do chuveiro;
     – Evite o uso de telefone com fio ou celular ligado à tomada.

Em caso de raios, se estiver na rua:

  • Evite áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;
  • Não fique no alto de morros ou no topo de prédios;
  • Não se aproxime de cercas de arame, varais metálicos, linhas aéreas e trilhos;
  • Não abrigue debaixo de árvores;
  • Evite estacionar próximo a árvores ou linhas de energia elétrica;

Após as chuvas:

  • Caso more em áreas de risco, faça uma inspeção em sua moradia, verificando a possibilidade de desabamentos;
  • Não utilize equipamentos elétricos em locais inundados ou que tenham sido molhados, pois há risco de choque elétrico;
  • Verifique a existência de animais peçonhentos em sua moradia. Caso alguém seja picado, identifique o animal e encaminhe a vítima ao centro médico de referência mais próximo.