Semana da Conciliação espera cerca de 5 mil advogados para negociação

Objetivo é resolver pendências nos três polos: ações judiciais contra a Caixa Econômica Federal por perdas de planos econômicos da década de 1990, títulos de cessão de crédito da Caixa de Assistência, bem como qualquer débito junto à OAB

Sede da OAB em Goiás.

Nesta segunda-feira, 25, a Ordem dos advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO), Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag) e Caixa Econômica Federal (CEF) deram início à I Semana de Conciliação. O intuito é promover negociações entre as instituições e os advogados que possuam pendências em três polos: ações judiciais contra a CEF por perdas de planos econômicos da década de 1990, títulos de cessão de crédito da Caixa de Assistência ou outro débito com OAB, como anuidades, processos administrativos, multas disciplinares, cheques devolvidos, mensalidades dos cursos de pós-graduação da Escola Superior da Advocacia (ESA)  e processos judiciais.

O presidente da Casag, Rodolfo Otávio Mota, ressaltou que os profissionais que ficam impedidos de exercer a advocacia acabam utilizando de práticas desonrosas para se manterem no mercado. “Dessa forma práticas como essa são importantíssimas não só para o exercício profissional, mas para a sociedade civil, que vê o jurisdicionado sendo tutelado e protegido por advogados regularmente inscritos na Ordem e não precisam se submeter a práticas espúrias”, completou.

A OAB-GO possui cerca de 3,8 mil advogados com processos ético-disciplinares em andamento junto ao Tribunal de Ética e Disciplina (TED). A Casag espera que cerca de 1.463 advogados firmem acordos a respeito de títulos de cessão de crédito, plano de saúde e outros benefícios em atraso. A CEF pretende resolver 85 demandas movidas por advogados em ações contra a instituição bancária, por perdas de planos econômicos das décadas de 1990.

As atividades vão ser realizadas das 13 às 18 horas no Centro de Excelência, localizado na Avenida Fued José Sebba, nº 1515, Jardim Goiás.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.