Sem tarifa dinâmica e taxa de cancelamento, rival da Uber chega a Goiânia e Anápolis

Yet Go começa a funcionar no final deste mês e já realiza cadastro de motoristas. Saiba quais são as vantagens

Divulgação

Lançado em novembro de 2016 em Belém do Pará, o Yet Go, aplicativo de mobilidade urbana 100% brasileiro, está em fase de cadastramento de motoristas e de usuários nas cidades de Goiânia e Anápolis. A previsão é que o lançamento aconteça até o final de junho. Criada para concorrer diretamente com o Uber, a plataforma oferece valores mais baratos na corrida, com serviços de carro comum, executivo, mototáxi e motofrete.

O aplicativo está disponível nas versões Android e IOS e o seu download é gratuito. Os motoristas também podem se cadastrar pelo site da plataforma. Atualmente, são quase 500 mil usuários e 30 mil motoristas cadastrados em todo o Brasil no aplicativo, já considerado o segundo maior do Brasil. Até o momento, 620 motoristas e 760 usuários de Goiânia já realizaram seus cadastros.

A tarifa cobrada é de R$ 1,70 para o carro comum e R$ 2 para o carro de luxo, a cada quilômetro percorrido. A tarifa base é de R$ 3. Comparando com a bandeira 1 do táxi comum, ao utilizar o serviço pelo aplicativo, os usuários têm uma economia de até 40%.

Para atrair a clientela, a empresa oferece uma série de promoções, não trabalha com tarifa dinâmica, não cobra tarifa de cancelamento da corrida e mantém fixo o preço do quilômetro rodado. “O nosso valor é fixo e 40% menor que o do taxi tradicional. Mensalmente, fazemos o Yet10, corridas a R$10 para qualquer lugar dentro do município”, conta Alberto de Souza Júnior, sócio-fundador e diretor de operações da plataforma.

Além dos usuários, os motoristas também têm benefícios. “Eles estão isentos de 100% da taxa de pagamento, no 1º mês, para a empresa. Além disso, possuem convênios com postos de gasolina das cidades, onde o preço do combustível será R$ 0,20 menor do que o normal. Se for bem avaliado pelos usuários, terão redução na taxa de 25% que será cobrada pela empresa a partir do segundo mês de operação”, comenta Alberto.

7 respostas para “Sem tarifa dinâmica e taxa de cancelamento, rival da Uber chega a Goiânia e Anápolis”

  1. Avatar Silvio disse:

    Esse Aplicativo é só mais uma maneira desumana de querer explorar ainda mais as classes de trabalhadores escravos desse país. São vândalos que destroem o patrimônio básico dá vida, a dignidade humana. Até quando a classe do proletariado escravo desse país será sucateada por esses bando de covardes parasitas? Vão se foder, suas desgraça!!!!!

  2. Avatar ELIZABETE PINTO PEREIRA disse:

    Esse negócio fica bom pra dois,o usuário e o dono do aplicativo.que leva 25% do que o motorista recebe.eu já fiz um teste com a uber aqui na minha região e constatei que 80% do que se ganha vai em combustível.e o resto das dispensas? nem precisa fazer as contas que se sabe que é prejuízo na certa.talvez fosse mais justo se o aplicativo tirasse 10% no máximo.

  3. Avatar Joao Evangelista Miranda Ramalho disse:

    Mais uma bosta chegando ao mercado para iludir os novos.

  4. Avatar EVANDRO TIAGO disse:

    Infelizmente eles não dão suporte nem um para os motoristas estão muito longe de ser uma plataforma boa com a uber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.