Sem se vacinar, Gabriel Medina perderá etapa do Mundial de Surfe

Após voltar sem medalha de Tóquio, o surfista brasileiro não poderá disputar a última etapa do campeonato em Teahupoo

Foto: ASP / reprodução / site oficial Gabriel Medina

Superada a eliminação nas Olimpíadas de Tóquio, o surfista brasileiro Gabriel Medina foca no Mundial de Surfe. No entanto, uma certeza o esportista já tem: não poderá disputar a última etapa da competição, em Teahupoo, por não ter tomada vacina contra covid-19.

O apontamento foi feito pelo próprio surfista em uma live feita no seu canal no Twitch. Medina contou que, para chegar em Teahupoo, precisará de quarentena de 10 dias, o que não vai dar tempo de ser feito, já que a etapa anterior será no México.

A disputa no México será entre os dias 10 e 19 de agosto. Na Polinésia francesa, será de 24 de agosto a 3 de setembro. Serão apenas cinco dias de intervalo entre uma e outra.

Medina lidera o campeonato com 46.720 pontos. O segundo colocado, Ítalo Ferreira, também brasileiro, tem 33.555 pontos. Pela diferença de pontos, a ausência na prova não preocupa o surfista.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.