Sem mulheres na chapa, Daniel Vilela diz que pretende incluir candidatas à 2ª suplência ao Senado

Candidato ao Governo pelo MDB, deputado federal comentou sobre composição da majoritária, alianças e propostas

Daniel Vilela em entrevista ao Jornal Opção | Foto: Bruno Rocha Lima

Com as alianças recém formadas e a proximidade do período da campanha eleitoral, que será mais curto este ano, os candidatos ao governo do Estado correm para compor chapas e constituir estratégias. Dentro deste quadro, um dos governadoriáveis, o deputado federal Daniel Vilela (MDB) concedeu entrevista ao Jornal Opção e falou sobre as questões.

Um dos temas abordados foi o eleitorado feminino, que é líder em Goiás e no Brasil, e a falta de candidatas na chapa de Daniel. Em resposta, o emedebista afirmou que, para a segunda suplência dos candidatos ao Senado, mulheres estão sendo cotadas.

“Ainda não tomamos essa decisão, mas ninguém tem dúvida da importância do papel e da presença da mulher na gestão pública, pois elas têm uma sensibilidade social muito maior”, declarou, completando que é fundamental ter mulheres a frente de projetos e missões do governo.

O candidato respondeu a essa e outras questões e a entrevista completa será publicada no Opção Play e divulgada no site do Jornal Opção.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.