Sem Iris, PMDB pode apoiar Delegado Waldir nas eleições deste ano

Informação é do próprio parlamentar, que alega ter estreitado diálogo com Daniel Vilela e Ronaldo Caiado

Delegado Waldir Soares durante entrevista ao Jornal Opção| Foto: Renan Accioly

Delegado Waldir Soares durante entrevista ao Jornal Opção| Foto: Renan Accioly

Com a confirmada aposentadoria política do ex-governador Iris Rezende, a corrida eleitoral para a Prefeitura de Goiânia ganha curiosas possibilidades de alianças. Uma delas é a dobradinha entre o PMDB e o PR, do deputado Delegado Waldir.

Em entrevista ao Jornal Opção, na última sexta-feira (16/7), o pré-candidato afirmou que tem conversado com o presidente estadual do PMDB, o deputado federal Daniel Vilela, e o senador Ronaldo Caiado (DEM), aliado político de Iris Rezende.

“Existe essa possibilidade e ela é grande”, disse o delegado, lembrando que o PMDB precisa primeiro definir se vai ou não bancar um candidato próprio. Até agora, estão na disputa o vice-prefeito Agenor Mariano e os deputados estaduais José Nelto e Bruno Peixoto.

Para Waldir, a possível aliança pode fazer também com que as discussões sobre as eleições governamentais de 2018 comecem a tomar corpo. “Nós sabemos que o Daniel Vilela tem pretensões e não tem como fazer aliança para esse ano, sem estar de olho em eleições futuras”, destacou.

Sem Iris na disputa, Delegado Waldir passa a ser o primeiro colocado nas intenções de voto, conforme recentes pesquisas. Sobre isso, o parlamentar garante que recebeu a notícia da aposentadoria do decano com muita humildade. “Não muda nada nossa estratégia”, garante.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.