Sem definição, nova reunião sobre critérios de demissão da Comurg é marcada para sexta (23)

Ainda não é certo o número de 750 servidores que devem ser dispensados

A diretoria da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) realizou nesta segunda-feira (19/3), reunião com representantes do Ministério Público do Trabalho (MPT) para tentar definir os critérios para a demissão em massa de funcionários. Sem definições, um novo encontro foi marcado para a próxima sexta-feira (23).

O Jornal Opção entrou em contato com a Comurg, mas a empresa afirmou que não iria se manifestar sobre a reunião. O MPT, por sua vez, apenas confirmou a nova reunião, mas disse que não iria dar mais informações para não atrapalhar as negociações

Na última quarta-feira (14/3), a empresa anunciou que cerca de 750 funcionários aposentados que continuam prestando serviços devem ser demitidos, mas o número ainda é uma estimativa.

Segundo a nota divulgada pela companhia, as demissões são parte de um plano de reestruturação para que a empresa se adeque à realidade financeira do município, “evitando, assim, sua liquidação”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

pr Cicero

Eu acredito que ainda vai aparecer uma “mulher maravilha” para “salvar” esses servidores que seriam demitidos… todos sabem quem seria essa pessoa!!!!