Sem conseguir formar governo de coalizão, Netanyahu renuncia em Israel

Primeiro-ministro vinha tentando conquistar maioria, mas resultado da eleição de setembro não lhe foi favorável

O presidente eleito Jair Bolsonaro recebe a visita do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Copacabana.

Amigo de Jair Bolsonaro (PSL), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, renunciou ao cargo após não conseguir formar governo de coalização na nação. Decisão vem após uma eleição sem conclusões realizada em setembro.

Ele comanda o partido de Direita Likud e devolverá o Poder para o presidente Reuven Rivlin. Este, por sua vez, decidiu que o premiê Benny Gantz será o responsável por montar um novo governo, em diálogo com partidos.

O partido de Gantz também não conta com maioria, mas foi o que mais emergiu na eleição do dia 17 de setembro. Se, ainda assim, ele não conseguir a coalizão, novas eleições serão convocadas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.