Seis dicas para praticar Crossfit com segurança e evitar lesões

Especialista lista atitudes básicas que podem evitar aborrecimentos na prática do esporte

Foto: Reprodução

O Crossfit é uma modalidade esportiva que a cada dia ganha mais adeptos. Famoso pela rapidez em moldar os corpos dos praticantes, a atividade logo virou a queridinha de quem busca o corpo perfeito.

Apesar da rápida popularização, o esporte já foi alvo de muitas críticas. Alguns estudos e especialistas condenam a prática e afirmam que ela pode causar lesões em quem se arrisca na atividade.

Jornal Opção ouviu um especialista para dar dicas de como praticar o Crossfit com segurança e não prejudicar a saúde.

O fisioterapeuta Valbes Moreira diz que recebe diariamente pacientes que praticam a modalidade. Para atender melhor os clientes, ele decidiu conhecer o esporte na prática.

“Ao contrário de vários profissionais, quando ouvi falar da “moda” Crossfit, resolvi, além de ler sobre a atividade, praticá-la. E a realidade me surpreendeu. O Crossfit se mostrou uma atividade muito dinâmica e completa, trabalhando com todas as valências físicas, sempre com metodologias motivadoras, ao contrário de várias outras modalidades”, analisa.

O especialista afirma que chamou a atenção o fato de nenhum treino ser igual ao outro. “Isso leva o corpo a sempre buscar uma nova adaptação, mostrando resultados estéticos e atléticos satisfatórios e de forma rápida”, enfatiza.

O Crossfit nada mais é que a junção de alguns esportes já muito praticados no mundo todo. Entre eles existem os exercícios da ginástica, aqueles que usam o próprio corpo como resistência ao movimento, os de levantamento de peso olímpico  e os exercícios cardiovasculares, como corrida, remo, natação e pulo de corda.

Para Valbes, as lesões relacionadas ao Crossfit não diferem das existentes nessas outras modalidades esportivas. “Artigos recentes mostram que o Crossfit apresentou menores índices de lesões que outras atividades como futebol, por exemplo. E as lesões ocorridas se mostraram menos graves que as encontradas em esportes de contato como lutas, futebol e handball.”

O profissional elenca que as principais lesões ocorridas no Crossfit estão relacionadas à sobrecarga, falta de estabilidade de tronco, falta da mobilidade e flexibilidade adequada e excuções erradas dos movimentos.

Por isso, algumas dicas são fundamentais para evitar que o praticante se machuque:

1 – Evoluir a intensidade do treino de forma gradual;

Não adianta querer começar a prática levantando altas cargas. O ideal é começar com cargas leves e aumentar os pesos e a intensidade dos treinos de forma gradual à medida que o corpo se acostuma com as atividades.

2 – Respeitar o descanso necessário;

Todo corpo precisa de descanso. Treinar exaustivamente só contribui para o surgimento de lesões

3 – Executar os movimentos adequadamente;

Ter a postura correta e fazer os movimentos adequadamente são pontos fundamentais para um treino bem sucedido

4 – Trabalhar de forma preventiva os músculos estabilizadores do tronco;

O fortalecimento do tronco permite a estabilidade ideal para a realização dos movimentos e evita gastos energéticos desnecessários

5 – Trabalhar de forma preventiva o fortalecimento das articulações;

Fazer alongamentos e praticar exercícios aeróbicos fazem bem para as articulações e podem evitar lesões

6 – Sempre ter acompanhamento profissional.

É imprescindível ter acompanhamento profissional, seja de coach, médico ou fisioterapeuta

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Jecelia

Adorei as dicas super legal