Segurança Pública nomeia 230 concursados da Polícia Técnico-Científica

Treinamento começa depois da posse no cargo, informou a secretaria durante solenidade da manhã desta segunda-feira (2/5)

Vice-governador José Eliton (PSDB), ao lado do governador Marconi Perillo (PSDB), deu as boas-vindas aos 230 nomeados para a Polícia Técnico-Científica | Foto: Jota Eurípedes

Vice-governador José Eliton (PSDB), ao lado do governador Marconi Perillo (PSDB), deu as boas-vindas aos 230 nomeados para a Polícia Técnico-Científica | Foto: Jota Eurípedes

A Polícia Técnico-Científica terá mais 230 servidores. Esse é o número total dos primeiros aprovados no concurso público que foram nomeados na manhã desta segunda-feira (2/5) pela Secretaria Estadual de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP-GO) no Teatro Basileu França, em Goiânia.

O governador Marconi Perillo (PSDB) e o vice-governador e secretário José Eliton (PSDB) presidiram a nomeação dos 230 policiais técnico-científicos. A SSPAP-GO informou que a partir da posse, os novos efetivos da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) iniciarão o treinamento com cerca de 300 horas, específico para cada uma das categorias.

São eles os nomeados: 75 médicos legistas, 30 auxiliares de autopsia e 125 peritos criminais. Os novos integrantes da SPTC reforçarão o Instituto de Medicina Legal e o Instituto de Criminalística, em Goiânia, e os 13 núcleos de Polícia Técnico-Científica no interior, informou o governo.

De acordo com números do Estado, a aumento é de quase 70% — de 331 para 561– no quadro de servidores efetivos dessas áreas de atuação. Para o governo, o efetivo é capaz de dar a resposta às demandas da população e das forças policiais com mais rapidez e eficiência. A SSPAP-GO informou que eles contribuirão para equilibrar as escalas de plantão no interior.

Segundo José Eliton, o governo de Goiás, em um momento de crise, tem se esforçado para honrar seus compromissos com um diferencial apoiado na figura do governador. “Lá em 2014, ele conseguiu enxergar o cenário de 2015 e 2016 e preparou o estado para este momento.”

Secretários estaduais, superintendentes da SSPAP-GO, entre eles a superintendente Rejane Barcelos, da Polícia Técnico-Científica, participaram da solenidade de nomeação na manhã desta segunda. Rejane saudou a chegada dos novos policiais técnico-científicos e o fortalecimento à instituição que eles ajudarão a trazer.

José Eliton falou sobre os investimentos do Estado na área, com, por exemplo, o uso do banco de dados de DNA, que tem permitido a identificação de suspeitos de autoria de crimes como um dos serviços do setor que é referência para o País, por meio do programa GoiásBiométrico. “São mais de R$ 35 milhões para investimentos que já estão na conta da Polícia Técnico-Científica.”

O secretário afirmou que vai discutir com os deputados estaduais a possibilidade de ampliar a capacidade de coleta de amostras para o banco de DNA goiano para que ele seja o maior do Brasil. “E essa será uma missão que os senhores que estão sendo nomeados hoje terão que executar”, declarou.

O vice-governador e secretário de Segurança Pública enalteceu o trabalho do setor no Estado e parabenizou a determinação e excelência de homens e mulheres que fazem parte das forças policiais goianas. José Eliton citou as quase 20 mil toneladas de drogas apreendidas e mais de 4 mil veículos furtados e roubados que foram recuperados pela polícia.

“Estamos também fechando os comércios irregulares de peças usadas e fortalecendo a inteligência, com um trabalho planejado e com a polícia atuando de maneira mais ostensiva”, concluiu. (Com informações da SSPAP-GO)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.