Segurança Pública ainda não registrou ataques do PCC em Goiás

Relatório interno de autoria de secretaria estadual veio a público no início desta semana

Ainda não há notícias de ataques ou investidas de integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) em Goiás. A possibilidade foi levantada em relatório interno de autoria da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSAP-GO) que veio a público no início desta semana.

No documento, a pasta informa que os ataques poderão ser realizados a servidores da segurança pública, instituições financeiras e ônibus do transporte coletivo.

O rumor teve início no sábado (2) depois que o Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (Gope) fez uso balas de borracha para impedir o início de uma rebelião.

No relatório, a SSAP afirma que merecem especial atenção as cidades das quais foram transferidos integrantes do PCC para Anápolis, tais como Goiânia, Aparecida de Goiânia, Goianésia, Goiatuba, Morrinhos, Rio Verde, Catalão, Jataí, Itumbiara, Mineiros, bem como todas as cidades da região Sul e Sudeste do Estado de Goiás. Nesses locais, informa a pasta, há predominância de integrantes do PCC.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fabiano Oliveira

“Ainda não registrou” ??? Uai….então o trem tá feio mesmo….é só questão de tempo ???